quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Recessão mundial

Mundo corre risco de nova recessão, diz Nobel de Economia

Mundo corre risco de nova recessão em 2014, diz Nobel de Economia
Um dos três ganhadores do Nobel de Economia deste ano, o professor da Universidade de Chicago Eugene Fama, acredita em nova recessão global. 
Foto: Divulgação/Universidade de Chicago.
O Nobel de Economia deste ano, Eugene Fama, afirmou que o mundo permanece em um risco real de recessão. Isso deve acontecer porque, nos dois lados do Atlântico, os países vivem uma situação de déficits públicos inchados, ou seja, as despesas estão superiores às receitas dos governos. Nem mesmo os dados positivos sobre o emprego nos Estados Unidos animam o professor da Universidade de Chicago.

Fama dividiu o prêmio de 9 milhões de coroas suecas (US$ 1,2 milhão) com Robert Shiller e Lars Peter Hansen. Em entrevista à Reuters na capital sueca, onde recebeu o prêmio, o “pai das finanças modernas”, como é conhecido, disse que o alto endividamento dos governos dos EUA e na Europa são uma ameaça constante para a economia mundial: “Pode chegar o ponto em que os mercados financeiros dirão que nenhuma dessas dívidas tem credibilidade e eles não poderão se financiar”, disse.

Para ele, o fato de a taxa de desemprego nos EUA ter caído para 7% no mês de novembro – a menor em cinco anos – significa apenas que as pessoas desistiram de continuar a procurar emprego. “A recuperação do mercado de trabalho tem sido terrível. (…). [Essa taxa de desemprego] é alta para os padrões históricos dos EUA”, argumentou.

Ainda que sua crítica se refira especificamente aos EUA, Fama sustenta que “se houver outra recessão, será mundial”; e confessou: “Não estou tranquilizado, de forma nenhuma”.

Fonte: G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário